Brasil

19 de fevereiro: Dia de ir às ruas contra a reforma da Previdência

PSOL Pelotas
Escrito por PSOL Pelotas

Mesmo sem votos suficientes para votar a reforma da Previdência em dois turnos na Câmara dos Deputados e, em seguida, no Senado Federal, o governo ilegítimo de Michel Temer insiste em tentar votar a proposta ainda neste mês de fevereiro. Inicialmente previsto para encerrar a votação até o dia 19 de fevereiro, o novo calendário agora prevê o dia 28 como data limite para votar as mudanças na aposentadoria, contidas na Proposta de Emenda à Constituição nº 287/2016.

O Palácio do Planalto e seus aliados no Congresso Nacional sabem das dificuldades de votar a principal medida do ajuste fiscal em andamento. E as centrais sindicais e organizações sociais estão preparados para intensificar a pressão, com o objetivo de derrotar, definitivamente, a proposta. Para isso, na segunda-feira (19) realizarão atos e paralisações em vários estados do país. O mote da mobilização é “Se botar pra votar, o Brasil vai parar”.

O PSOL, que participa da construção desse dia de luta, convoca toda a militância para participar das manifestações em suas cidades. O presidente nacional do partido, Juliano Medeiros, destaca que o momento é de aumentar a pressão, à medida que as ações do governo contra o povo brasileira se intensificam ainda mais.

“O governo ilegítimo, que afunda a cada dia, sabe de suas dificuldades em aprovar a reforma da Previdência. Para isso, tem se utilizado de diversos artifícios. A intervenção militar no Rio de Janeiro, decretada na manhã desta sexta-feira (16), por exemplo, tem o objetivo, entre outros, de conquistar uma saída para a virtual derrota na votação da reforma. Com a intervenção militar, o Congresso não pode votar emenda à Constituição e Temer tem agora a desculpa perfeita para arquivar seu projeto de destruição das aposentadorias, já que ele acabaria sendo derrotado na Câmara dos Deputados graças à pressão popular. Mas é preciso aumentar a nossa mobilização e a nossa militância estará em todos os atos no dia 19”, ressalta Medeiros.

Em Pelotas, ocorrem dois atos: o primeiro às 09h, em frente ao INSS, e às 17h no Chafariz do calçadão.

 

Participe!

Sobre a autoria

PSOL Pelotas

PSOL Pelotas

Comente