Brasil

2ª denúncia de Janot desmonta governo Temer e cúpula do PMDB

PSOL Pelotas
Escrito por PSOL Pelotas

O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, apresentou na tarde desta quinta-feira (14/09) sua segunda denúncia por corrupção contra o presidente Michel Temer. Assim como a primeira, ela teve como base a delação dos executivos da J&F, controladora do frigorífico JBS, mas também usou as recentes revelações feitas por Lúcio Funaro no âmbito da Operação Lava-Jato.

Janot acusa o presidente ilegítimo de organização criminosa e obstrução de Justiça, em uma peça de mais de 200 páginas entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A denúncia contra o presidente cita, também, grande parte da cúpula do PMDB, que teria organizado o chamado “quadrilhão” para dividir indicações para diretorias da Petrobras em troca de propina – em uma movimentação que pode ter chegado a mais de R$5 bilhões.

Além disso, a bancada do partido na Câmara dos Deputados também teria participado do esquema, em que teria recebido mais de R$350 milhões.

A primeira denúncia de Janot contra Temer por corrupção foi engavetada pela Câmara. Para que o presidente seja investigado pelo STF, é necessário que pelo menos 342 deputados sejam favoráveis.

Do site Nacional do PSOL http://www.psol50.org.br/

Sobre a autoria

PSOL Pelotas

PSOL Pelotas