Política

PSOL Pelotas avalia eleições 2020 em Plenária Virtual

PSOL Pelotas
Escrito por PSOL Pelotas

Racismo e preconceito foram os temas que permearam o debate

Na tarde deste sábado (5) o PSOL reuniu mais de 80 filiados e simpatizantes em plenária virtual para avaliação das eleições 2020. Foram três horas onde a conjuntura pode ser debatida. A comunidade surda teve acessibilidade ao encontro contando com interpretes em libras. Racismo e preconceito foram os temas que permearam o debate. Além de avaliações em nível nacional e local.

O primeiro a usar a palavra foi o professor, Júlio Domingues – candidato a prefeito no último pleito, ele fez uma leitura nacional sobre os resultados das eleições. “Tivemos um avanço em candidaturas de mulheres e negros. Precisamos centralizar a luta antirracista em nosso programa”, pontua. 

Já Daniela Brizolara – candidata a vice-prefeita, agradeceu a parceria com Júlio Domingues durante o pleito. Outro ponto destacado foi a recepção da população a candidatura na rua. “Nosso partido não é ligado a corrupção, as pessoas reconhecem isso”, declara. Ela ainda destacou a necessidade do combate contra o racismo em todas as estruturas da sociedade, inclusive dentro dos partidos políticos. A candidatura de Júlio e Daniela obteve 6691 votos, sendo a primeira composta apenas por negros no município.

A vereadora mais votada de Pelotas, Fernanda Miranda, analisou a conjuntura nacional onde considera que a esquerda saí fortalecida do processo, mesmo sem vitória eleitoral. Em nível local Fernanda falou sobre vitória que levou seu mandato a reeleição. “Tivemos avanço da luta das mulheres dentro da câmara. Nosso mandato feminista foi o mais votado”, declara.  

O vereador eleito, Jurandir Silva, analisou as vitórias e derrotas do processo eleitoral de 2020. Para ele, o maior derrotado foi o Bolsonarismo. No entanto, Jurandir ressalta que a centro-direita foi a maior vencedora eleitoralmente. “Nunca será fácil para nós da classe trabalhadora disputarmos as eleições”, avalia.

Outro ponto destacado na reunião foram os resultados positivos em São Paulo – com Guilherme Boulos -, e Belém – com Edmilson Rodrigues (eleito). Com a vitória na capital do Pará o PSOL se torna o primeiro partido na Câmara Federal onde a maioria dos parlamentares são mulheres.

Texto: Igor Islabão.

ResponderEncaminhar

Sobre a autoria

PSOL Pelotas

PSOL Pelotas

Comente